Está ocupado? Então está feliz!

Estudo mostra que pessoas ocupadas são mais felizes que as que não fazem nada.

Cientistas descobriram que as pessoas que sempre tem algo para fazer e que estão constantemente ocupadas com alguma tarefa, mesmo sendo inútil, são mais felizes do que as pessoas ociosas.

“As pessoas estão correndo, trabalhando duro, muito além do normal”, dizem os pesquisadores. Os motivos para tanto trabalho são muitos, como ganhar dinheiro, colcoar trabalhos atrasados em dias ou ajudar pessoas.

“Existe algo mais profundo: temos energia excessiva e queremos evitar a ociosidade” disse Christopher Hsee, da Universidade de Chicago.

Na realização da pesquisa, os voluntários participaram de um questionário e depois esperaram 15 minutos até que o próximo fosse pronto.
Os mesmos podiam deixar o questionário completo em um lugar bem próximo e aguardar o tempo restante ou deixar em um lugar um pouco mais longe, em uma caminhada de ida e volta de 15 minutos.
Seja qual fosse a decisão, ao entregar o questionário, os voluntários ganhavam doces. Os que preferiram se dirigir até o local mais distante, mostram-se mais felizes do que os que ficaram sentado sem ocupações.

Os doces oferecidos nos dois locais eram os mesmos, então a tendência era que eles ficassem sem fazer nada. Se os doces entregues nos locais fossem diferentes, os voluntários tendiam a ir ao local mais distante, pois teriam uma justificativa para a escolha, de acordo com os pesquisadores.
O princípio - ficar ocupado e gostar de justificar por que estava ocupado - pode, segundo Hsee, beneficiar a sociedade. 

O cientista ficou conhecido por dar uma tarefa sem utilidade para seu assistente quando ele não tinha o que fazer e ficava sentado no escritório entediado e deprimido. Mesmo tendo dito que "não tinha sido uma atitude muito ética, ele está feliz".

Fonte: R7

Mikael Fernandes

Escritor e administrador no blog, técnico em Redes de Computadores. Tem uma grande afeição por tecnologia e gosta de compartilhar notícias e informações relevantes.