Mulher mais velha do mundo comemora 130 anos na Geórgia

"Eu sempre fui saudável e trabalhei toda minha vida, em casa e no campo" disse Antisa Khvichava que comemorou a data com bolo e música nesta terça.

Antisa Khvichava comemora seu aniversário.
Autoridades da Geórgia atestam a idade de 130 anos a uma mulher que afirmam ser da ex-república soviética, moradora de uma vila remota. A mulher fez aniversário nesta quinta-feira (8), se tornando a pessoa mais velha do mundo.

Segundo Georgiy Meurnishvili, porta-voz para registro civil do Ministério da Justiça, Antisa Khvichava nasceu em 8 de julho de 1880.

A senhora vive com o neto de 40 anos numa chácara cercada de videiras e está aposentada desde 1965 pelo trabalho de colhedora de chá e milho, quando tinha 85 anos, mostram os documentos.

 "Eu sempre fui saudável e trabalhei toda minha vida, em casa e no campo", disse Antisa durante sua festa de aniversário.

Ela estava bem vestida, usava batom e segurava sua bengala.
Apesar da certidão dela ter sido perdida durante as guerras civis enfrentadas pela região no século passado, as autoridades mostraram dois documentos da era soviética que comprovam sua idade.

A mais velha do mundo reconhecida pelo Grupo de Pesquisa de Gerontologia, norte-americano, atualmente é a francesa Eugénie Blanchard, de 114 anos. Quanto a Antisa, a organização ainda deve verificar os documentos da mesma.

Segundo seu filho Mikhail, de 70 anos, Antisa tem dificuldade para andar e ficou de cama a maior parte do tempo nos últimos sete anos. Mas ela tenta não dar trabalho para a família.
A georgiana tem um filho, 10 netos, 12 bisnetos e 6 trinetos. As aparências do corpo mostram os efeitos da idade, porém a mente continua lúcida de acordo com os familiares.

Durante sua festa, ganhou pratos tradicionais, bolo de gelatina, e música folclórica ao vivo.

Fonte: G1

Mikael Fernandes

Escritor e administrador no blog, técnico em Redes de Computadores. Tem uma grande afeição por tecnologia e gosta de compartilhar notícias e informações relevantes.