Apenas 38 cidades no Brasil já têm TV digital, 7 capitais ainda não possuem sinal

A falta de novidades significativas deixa a população desestimulada em relação a troca da transmissão analógica pela digital.
Após dois anos e meio da primeira transmissão em sinal digital no país, a população ainda não encontrou motivos suficientes para  adquirir um televisor com o receptor digital acoplado ou mesmo um conversor externo. 

Uma das razões para o não interesse em comprar o produto são os custos gerados para os consumidores que, sem  ser assinante de TV paga, e queira entrar para a era digital, paga entre R$ 400 e R$ 600 por um conversor.

Até agora, apenas 38 cidades possuem o sinal da TV digital, e sete capitais ainda não contam com essa tecnologia. Segundo os dados fornecidos pela SET (Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão), no país existem 500 emissoras e 10 mil retransmissoras. O custo estimado para digitalizar tudo isso é de US$ 2 bilhões.
A abrangência da cobertura de transmissão digital chega a uma população de 72 milhões de pessoas, mas só um percentual bem reduzido tem acesso.

Apenas 2 milhões de conversores (embutidos ou externos) haviam sido comprados até o fim de 2009, de acordo com o Fórum Brasileiro de TV Digital. Neste ano, a expectativa é de que pelo menos 6 milhões de aparelhos sejam vendidos no Brasil.
Por decreto presidencial, o ano de 2013 foi definido como o marco para tornar obrigatória a cobertura da TV digital no país inteiro. Três anos depois, o sistema analógico será extinto.

A falta de interesse das pessoas pela TV digital não é apenas pelos altos preços dos aparelhos - mesmo sendo eles televisões, conversores ou celulares - ou a cobertura insuficiente. A falta de novidades significativas deixa a população desestimulada em relação a troca da transmissão analógica pela digital.

Fonte: Bol

Mikael Fernandes

Escritor e administrador no blog, técnico em Redes de Computadores. Tem uma grande afeição por tecnologia e gosta de compartilhar notícias e informações relevantes.