Após 400 anos, vulcão entra em atividade na Indonésia

O país está em alerta vermelho. O Sinabung, de 2.460 metros de altura, está lançando cinzas a 1.500 metros acima da cratera.

Mais de 18 mil pessoas foram forçadas a deixar suas casas, domingo, na Indonésia após a erupção do vulcão Sinabung. Em 400 anos, esta é a primeira vez que o vulcão entra em atividade lançando no céu uma nuvem de fumaça e cinzas.

– No começo, pensávamos que a fumaça e as cinzas tivessem sido causadas pela chuva, mas sabemos, agora, que a pressão vinha do magma – disse um funcionário do centro indonésio de alerta de desastres vulcanológicos.

De acordo com Priyadi Kardono, porta-voz da Agência de Administração de Desastres, muitas pessoas começaram a deixar suas casas logo após o início da erupção. Aldeões disseram ter visto lava sair da cratera por volta da meia-noite do horário local, 15 minutos antes da erupção.

Os moradores desabrigados estão recebendo barracas de campanha e comida. As cinzas se estenderam por 30 quilômetros de distância do vulcão, atingindo plantações de legumes e hortaliças.

Na Indonésia, tremores e erupções vulcânicas são relativamente frequentes, um arquipélago imenso formado por milhares de ilhas, localizado no “cinturão de fogo” do Pacífico. O país tem aproximadamente 130 vulcões ativos.

Fonte: Diário Catarinense

Mikael Fernandes

Escritor e administrador no blog, técnico em Redes de Computadores. Tem uma grande afeição por tecnologia e gosta de compartilhar notícias e informações relevantes.