Pesquisadores desenvolvem tecnologia que copia 170 páginas de um livro em um minuto

Protótipo deve ficar pronto em dois anos. Aparelho escaneia as páginas do livro enquanto elas são viradas.

Foto: AFP
Nesta sexta-feira (10), pesquisadores japoneses divulgaram que estão desenvolvendo uma nova tecnologia, que é capaz de escanear um livro à proporção que suas páginas são viradas rapidamente pelo leitor.

O protótipo que consegue digitalizar um livro de 170 páginas em apenas um minuto, estará concluído no prazo de dois anos, segundo a previsão de Yoshihiro Watanabe, pesquisador responsável por dirigir a equipe da Universidade de Tóquio que desenvolveu o aparelho.

O escaner terá o auxílio de câmeras que registram até 500 fotos por segundo.

"Consideramos que se trata do sistema de escaner mais veloz do mundo, pelo menos levando em conta as tecnologias difundidas publicamente até agora. Estamos trabalhando com a possibilidade de usar robôs para que virem as páginas automaticamente e com mais concisão" disse Watanabe.

Para evitar distorções enquanto as páginas são viradas, o sistema de escaner é ajustado em três dimensões. Com isso, as imagens podem ser eletronicamente transformadas para parecerem com o original.

A nova tecnologia pode ajudar as empresas de impressão japonesas que visam o mercado de e-books, que podem ser lidos com o uso de aparelhos como o iPad, da Apple, e o Kindle, da Amazon.

Gostou da nova tecnologia? Comente!

Fonte: G1

Mikael Fernandes

Escritor e administrador no blog, técnico em Redes de Computadores. Tem uma grande afeição por tecnologia e gosta de compartilhar notícias e informações relevantes.