Barco faz patrulhamento sem a presença de humanos

Do TecMundo
Modelo é mais leve que o convencional

Piranha, é um barco desenvolvido pela Zyvex Marine que realiza missões de reconhecimento. Pesando 3,6 toneladas (muito menos do que um modelo convencional do mesmo tamanho) e consumindo quase quatro vezes menos combustível do que vários veículos marinhos, o protótipo aposta em um material especial: o Avorex, uma fibra de carbono reforçada com um plástico endurecido.

O protótipo, que custou US$ 2 milhões para ser produzido, começou a ser divulgado em 2010, mas só agora chamou a atenção de empresas privadas de segurança.

Segundo o MobileMag, a ideia é produzir mais modelos (alguns até tripulados) e realizar parcerias com o próprio governo dos Estados Unidos no futuro para patrulhar a costa do país.

Artigo completo.

Mikael Fernandes

Escritor e administrador no blog, técnico em Redes de Computadores. Tem uma grande afeição por tecnologia e gosta de compartilhar notícias e informações relevantes.