Designer revoluciona forma de curar fraturas

Impressoras 3D serão a principal chave para esse feito



Quem já teve algum membro como braço e perna engessados, sabe quanto é desconfortável carregar aquele peso, com mau cheiro às vezes, e até sofrendo com coceira. Foi por isso que o designer Jake Evill resolveu criar um conceito de “gesso” bem mais confortável e elegante com a ajuda de impressoras 3D.

O projeto chamado Cortex, apresentado no site do próprio designer, é uma espécie de exoesqueleto feito com um polímero de plástico para membros fraturados. Ao contrário do gesso, o molde é leve, confortável, higiênico e ventilado, além de poder ser molhado durante o banho, dispensando o uso da famosa aliada sacola.

Resumidamente, o processo é feito com um escaneamento 3D e os exames raio x do paciente, o Cortex constrói uma peça que sirva para a respectiva fratura levando em consideração as dimensões do membro afetado.

Mas...

O conceito ainda é apenas uma ideia de Evill.

Fonte: Tecmundo

Mikael Fernandes

Escritor e administrador no blog, técnico em Redes de Computadores. Tem uma grande afeição por tecnologia e gosta de compartilhar notícias e informações relevantes.